sábado, fevereiro 13, 2010

A verdadeira história dos contos de fadas

Mais uma vez, achei um tópico off bem legal na comunidade Supernatural e resolvi postar aqui.. Esse tpc conta muitas das histórias infantis que assistimos, como: Cinderela, Branca de Neve, João e Maria, etc, na versão original, que é bem macabra; diferente dos contos da Disney. Vou postar os que eu achei mais legal [:

Branca de neve

Na história original da Branca de Neve, a "madrasta malvada" (que em algumas versões não é madrasta e sim sua mãe original) não cai de um penhasco como é mostrado no final do filme da Disney. Ela na verdade é forçada a vestir sapatos de ferro em brasa e dançar até cair morta. Outra bizarrice nessa história é a idade da branca de neve. Na versão dos Irmãos Grimm ela tem apenas sete anos, ou seja, príncipes pedófilos eram normais naquela época. E ao invés de dar um "beijo de amor", o principie carrega o corpo morto da branca de neve para seu palácio, para que assim ela estivesse sempre com ele (ok, entendi). Depois de algum tempo, um de seus servos, cansado de ter que carregar um caixão de um lado pro outro, resolve descontar suas frustrações dando uma baita surra na branca de neve. Um dos golpes desferidos no estômago faz com que ela vomite a maçã envenenada e assim volte à vida. Mas de todas as mudanças feitas através dos anos, a mais sangrenta foi em relação ao coração da Branca de Neve. Nas histórias mais antigas a rainha não pedia ao caçador para trazer só ele. Ela queria também outros órgãos principais como pulmão, fígado etc... fora isso ela também queria um jarro com seu sangue, ela queria JANTAR a branca de neve!

Chapéuzinho Vermelho
Na história original o lenhador não existe, na verdade a chapeuzinho e sua vovó são devoradas e pronto, parou por ai, nada de final feliz aqui.
Em outra versão ainda mais antiga, a chapeuzinho faz um strip-tease pro lobo (que as vezes era representado por um lobisomem ou um ogro) para assim poder fugir enquanto ele esta "distraído". Existe ainda uma versão mais bizarra ainda da história, onde o lobo estripa a vovó e obriga a chapeuzinho a jantá-la com ele. A chapeuzinho, que não é besta, diz que precisa ir ao banheiro (que naquela época ficava do lado de fora das casas) e fugia.

Cinderela
Esse é um dos contos de fadas mais antigos já registrados, e com a maior quantidade de variações também (+ou-700). Algumas versões envolvendo um peixe gigante no lugar da fada madrinha, em outras histórias a fada madrinha é na verdade uma árvore que nasce sobre o túmulo da mãe da Cinderela.
Uma das modificações mais brutais ocorre no momento em que as irmãs malvadas tentam calçar os sapatos de cristal para enganar o príncipe, numa versão bem bizarra da história, uma delas corta fora seus dedos do pé para vestir o sapatinho e assim enganar o príncipe. Mas ela é desmascarada pelos pássaros amigos da Cinderela, que mostram ao príncipe o sangue escorrendo pelos sapatinhos, e depois, como vingança, arrancam os olhos das duas irmãs que terminam suas vidas cegas e mancas.
Há ainda uma outra versão que é tão diferente que alguns a consideream como "Cinderella Origins", onde a cinderela era filha de um rei viúvo (algumas vezes a própria Cinderela foi quem matou a mãe) que jurou nunca mais se casar, a não ser que encontre uma mulher tão bela quanto a falecida esposa, que tivesse os cabelos cor de ouro, e que conseguisse calçar os mesmos sapatos da finada. Acaba que sua filha (Cinderela) preenche todos os requisitos, como 2 e 2 são 4, nada mais lógico que ele se casar com a própria filha. Ela, por sua vez, na tentativa de fugir do casamento com seu próprio pai velho, barrigudo e incestuoso, foge pelo mar num armário de madeira (?) , no final ela consegue fugir, mas acaba do outro lado do mundo trabalhando como escrava na casa das irmãs malvadas, e daí pra frente começa a historia que vocês conhecem.

A pequena sereiaA grande diferença nesse conto está em seu final. Ao invés de se casar com o príncipe e viver feliz para sempre, a pequena sereia na verdade é abandonada por ele logo após ela beber a poção mágica que lhe transforma em mulher. Mas, como tudo tem seu preço, a poção tem um pequeno efeito colateral: durante o resto de sua vida a pequena ex-sereia iria sentir uma dor tremenda nos pés, como se eles estivesse pisando constantemente em facas. Vendo a traição, alguém oferece um punhal para que ela tenha sua vingança. Mas, ao invés disso, ela pula no mar e "morre" se dissolvendo em espuma.

Por isso, pessoal, tenham cuidado ao desejar viver em um conto de fadas, hehe
;*

6 comentários:

  1. Tragico como a vida real.
    Desgraça ja tem mt no mundo, as historinhas eh pra gente se distrair hehe

    ResponderExcluir
  2. Eu queria viver um conto de fadas e por um sapado de aço em brasa em alguem MUAHAHAHA e dar tiros para a pessoa dançar até morrer mUAHHhah tá ainda não tomei meus rémedios :* adorei o post Juu

    ResponderExcluir
  3. cara, adorei esse post. pq não li antes? MEU, MUITO MAIS DAHORA A MADRASTA USAR UM SAPATO EM BRASA E DANÇAR ATÉ MORRER, ADOREI ISSO HAHAHAHAHAHAHA. E A CHAPEUZINHO STRIPPER HAHAHAHAHA. a mais sem graça é a pequena sereia, af nem curti.

    ResponderExcluir
  4. AHAUHASUHE eu avisei hm
    mas é verdade, a pequena sereia é a mais isabelinha das histórias!

    ResponderExcluir
  5. EU QUERO O LIIVRO DOS IRMÃOS GRIMM! x_x
    Muuuuito legal :B .. tudo bem que não são NADA bonitinhas.. maas são divertidas

    ResponderExcluir